LIMINAR do TJD interdita o estádio Felipão do restante do Estadual 2021

O Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) interditou o Estádio Municipal Felipe Raulino, Felipão, palco onde a Associação Atlética de Altos realiza as partidas sob o seu mando de campo. A liminar foi publicada na tarde desta sexta-feira (7) e determina a interdição da praça esportiva por falta de segurança, bem como ausências dos protocolos sanitários de combate ao Covid-19. A medida cautelar também proíbe a entrada de autor da agressão a jornalista Emanuelle Madeira do GE, João Paulo dos Anjos em quaisquer praças esportivas do estado.

A decisão foi tomada após denúncia da procuradoria do TJD-PI, que tomou por base a súmula do jogo, o relatório do delegado da partida, a relação de credenciados a adentrarem o estádio e, ainda notícias veiculadas em âmbito local, regional e nacional. O documento cita que após análise de vídeos apresentados, foi constatada que dois integrantes do Altos agrediram e ameaçaram pessoas, tendo inclusive arrancado a força o celular da citada jornalista, quando na verdade teriam a obrigação de zelar pela boa conduta, andamento e segurança do jogo.

“As cenas narradas na súmula, no relatório do delegado da partida e pelas notícias e vídeos veiculados pela imprensa estadual e nacional são absolutamente lamentáveis, e não deixam dúvidas a cerca da necessidade de adotar providencias eficientes para que se evite que se repita episódios dessa natureza”, descreve o TJD-PI.

A interdição do Estádio Felipão é válida até que sejam feitos e apresentados novos laudos técnicos do estádio, além da adoção de medidas eficientes para que se evite novos tumultos. A respeito de João Paulo dos Anjos Abreu, credenciado pela equipe de Altos como Auxiliar do CPA (Centro de Pesquisa e Análise) está proibido de adentrar em quaisquer estádios até que seja realizado o julgamento final do caso.

Fonte: FFP

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário