FFP pune o CAP por ter escalado jogador irregular na final do Sub-15

A Federação de Futebol do Piaui – FFP -, puniu o Atlético Clube Piauiense nesta quinta-feita (18) com a perda dos pontos do jogo da final da Taça Band de Futebol Sub-15, realizado na terça-feira (16), no Estádio Lindolfo Monteiro, por ter escalado um jogador de forma irregular.

O CAP venceu o Teresina por 2 a 0. Com o resultado, o time fez festa no Lindolfo Monteiro e levou para casa o troféu de campeão da competição.

Porém, após a publicação da súmula do jogo, foi constatado que o CAP escalou irregularmente um atleta para atuar na partida da decisão do estadual de base: o camisa 10 do time, Miguel Neto, que participou da final com uma série de três cartões amarelos.

De acordo com o regulamento do Piauiense Sub-15, o atleta que for advertido com três cartões amarelos cumprirá suspensão automática de um jogo. O atleta do CAP foi advertido com o primeiro cartão amarelo ainda no jogo contra o Fla-Altos, realizado no último dia 2 de agosto, quando entrou em campo no segundo tempo da partida. O segundo cartão veio no jogo contra o TEC, disputado no dia 8 de agosto. No duelo contra o Fluminense, no dia 10 de agosto, o atleta recebei o terceiro cartão amarelo.

A informação foi confirmada pelo Departamento de Registro e Competições da FFP e encaminhada à Diretoria de Competições da entidade, que ratificou a irregularidade na escalação do atleta no jogo da final.

Pelo artigo 214 Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), a equipe que utiliza de forma irregular um atleta para uma partida pode sofrer punição da perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida.

Desta forma, como o Clube Atlético Piauiense atuou com o atleta de forma irregular, perderá os pontos conquistados pela vitória e o título de campeão da Copa Band de Futebol Sub-15 passará para o Teresina Esporte Clube.

O caso será ancaminhado ao TJD-PI para homologação.

Foto: Elziney Santos

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário